Por Fabiana Ribeiro

Ninguém conhece a sua dor. Ela preferia um braço quebrado, um dente cariado, uma pedra no rim. Mas a dor que ela sente é lancinante. É angústia, impotência, tristeza – tudo junto num embrulho na alma. É dor de filho. Conhece? É a pior dor do mundo.

15
ILUSTRAÇÃO DE JOANA FIGUEIREDO. DESCRIÇÃO DA IMAGEM: O desenho, feito a lápis, mostra o rosto de uma mulher, de frente, enxugando as lágrimas do olho esquerdo, enquanto lágrimas caem do olho direito

Viver é ter de lidar com essa dor de vez em quando. Uns mais; outros menos. Mas ela está no clube dos mais. É difícil ser diferente quando o mundo exige que você seja igual, que você seja mais um. Ele, seu menino, não consegue ser mais um, ainda que se esforce todos os dias. Ele não é mais um.

Então, ela cria planos mirabolantes para ele e escolhe as suas batalhas. Inventa estratégias pra que que ninguém mande seu filho para universos paralelos. De todos os universos paralelos, é o da escola que lhe dá mais arrepios. Podem ser assustadoras as decisões de gabinete.

Todos os dias, ele promete que será diferente. Tem dias que consegue. Noutros, não. E ela é a Samu da escola. Que quando liga, ela o leva em sua ambulância. E, no caminho pra casa, engole a tristeza de que, por mais um dia, ele não deu conta. Ou que não deram conta dele. Nunca se sabe.

Chega a noite e ela chora. Chora de raiva. Chora de medo. Chora de solidão. Chora escondido dele. Não há abraços que a consolem, nem palavras que a confortem. Chora só, porque só está. Está só com ele.

Sozinha, ela fica com ele. É nele que está a sua força. É nela que está a força dele. Porque o mundo, bem, o mundo pode ser um lugar inóspito pra muita gente, mesmo você sendo apenas um menino.

E ela volta aos planos, aos médicos, aos milagres. Pra poder ter esperança de que amanhã será melhor do que hoje. E, em geral, é. Vai seguindo, com nós na garganta e olhos inchados. Mas vai seguindo. Ela não desiste, pra que ele não desista.

Não, não mesmo. Ninguém conhece a sua dor.

9 comentários em “Ninguém conhece a sua dor

  1. Deus e onipotente , onisciente e onipresente. Tudo é Ele , e Nele vivemos, nos movemos e existimos.E o reino do Amor, não existe um auto governo, o universo inclui a todos nesse governo, todos, agora é sempre!!!🙏🏼🙏🏼🙏🏼

    Curtir

  2. muito emocionante!!!! ninguem conhece al dor, mas sofre junto. parabens pelo exvelente texto e as entrelinhas que nos marcam. parabens as 4 paratodistas! #paratodossempre

    Curtir

  3. Belíssimas palavras 👏👏👏
    Um braço quebrado é visível e todos compreendem, e ninguém chega perto para não machucar ainda mais.
    Mas, a dor da mente, da alma, do coração, essa é imperceptível. E, parece que por não vêem, insistem em não buscar compreendê-las. E, de pouquinho em pouquinho, vão ferindo e a dor só aumentando. Precisavam enxergar com os olhos da alma, com os olhos de Deus🙏

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s