Universidade mais acessível

Mais equidade no acesso à educação. A partir de agora, pessoas com deficiência podem concorrer a vagas em universidades e escolas técnicas federais pelo sistema de cotas - que já garantia cotas a estudantes de escolas públicas, de baixa renda, negros, pardos e indígenas. Sem dúvida, uma notícia que pode contribuir – e muito – … Continue lendo Universidade mais acessível

As folhas caem e os boletins chegam

O começo do outono também marca o fim do primeiro bimestre nas escolas. Enquanto as temperaturas caem lá fora, as provas invadem as salas de aula. Em alguns colégios, boletins já foram até entregues a seus alunos. E, no livro da vida da internet, lá vêm as mães mostrando as cartas que mandaram para os filhos: … Continue lendo As folhas caem e os boletins chegam

O BBB, a Ritinha e o machismo

No mesmo dia em que Marcos é expulso do Big Brother, mais uma cena naturaliza a violência contra a mulher. Na trama Força do Querer, de Glória Perez, Ritinha (Isis Valverde) foge de casa para ir atrás de Ruy (Fiuk), que havia lhe prometido levá-la do Pará para o Rio de Janeiro. O plano não … Continue lendo O BBB, a Ritinha e o machismo

Professor tambem chora

Numa das recentes palestras que o Paratodos fez numa escola, uma professora sinalizava que concordava com o que lhe era apresentado. Parecia compreender a importância de seu papel para incluir cada um de seus alunos. E se mostrava disposta a quebrar suas próprias certezas. Atenta a cada palavra, um ponto estava claro: ela precisava de … Continue lendo Professor tambem chora

De especial, nada

  O que uma pessoa com deficiência tem de tão especial? Nada. Nadica. Niente. É apenas uma pessoa que tem deficiência que traz também outras inúmeras características físicas e emocionais. Mas a nossa sociedade cisma em marcar a deficiência como a única ou a maior marca do indivíduo com deficiência. E, para colocar todo mundo … Continue lendo De especial, nada

Extraordinariamente extraordinário

“Extraordinário” – livro de R.J. Palacio, que será o pano de fundo do bate-papo conduzido pela jornalista Ciça Melo, do Paratodos, na livraria Blooks amanhã a partir das 19h30 – é extraordinário. O livro narra as aventuras e desventuras de August, um menino de 10 anos que, em decorrência de uma síndrome, tem uma severa … Continue lendo Extraordinariamente extraordinário

O apito do desassossego

Ao sair de casa Amália corre para pegar um apito e, ainda no elevador, lança o brinquedo no pescoço de Joaquim. “Agora, sim, podemos ir”, suspira aliviada. “Exagerada”, pensa Sérgio que está mais preocupado com o Uber cancelar a corrida até o aeroporto. Ela faz que nem liga, pois o medo de perder o filho é … Continue lendo O apito do desassossego

​Onde erramos com John?

Lá estava a família ao mar. Mãe-pai-filho. Em todo canto, a mãe e o pai se revezavam nos cuidados com o menino. Era evidente que ele tinha alguma questão comportamental. A fala era feita com esforço, os movimentos se repetiam constantemente, as demais crianças não lhe interessavam. Os pais, carinhosos e suaves, não desgrudavam no … Continue lendo ​Onde erramos com John?

AGENDA CULTURAL: Linda é você

"Princesa? Você? Não, você não parece uma princesa, mas você pode ser a escrava ou a empregada da princesa" - disse a amiga para Linda. Repito: a amiga. "Está claro que os funcionários devem entrar pelo elevador de serviço" - disse uma moradora do prédio referindo-se a Linda e sua mãe, desconhecendo que elas também … Continue lendo AGENDA CULTURAL: Linda é você

Vem ou vai, meteoro?

"Vem, meteoro" é expressão recorrente no Facebook. Soa, muitas vezes, quase como um pedido. Simboliza uma decepção com a humanidade, um cansaço com o mundo. Um mundo que tem dito mais "não" do que "sim". E que tem andado pra trás, bem pra trás, criando muro entre as pessoas, julgando ao primeiro post e banalizando … Continue lendo Vem ou vai, meteoro?