Estamos todos juntos! Ou, pelo menos, deveríamos! 

Por Flavia Parente Outro dia, terminei um texto dizendo que me importo com negros, índios, moradores de comunidade, usuários de serviços públicos, pessoas com deficiência, mesmo não fazendo parte de qualquer destes grupos... Terminei concluindo que tudo o que é humano me interessa... Essa frase, que não é minha, mas de Terêncio, ficou martelando na … Continue lendo Estamos todos juntos! Ou, pelo menos, deveríamos! 

Por que me importaria?

Não sou negra, então, como posso saber o que é preconceito? Não sou negra, então, por que me importaria com milhares de negros que são violentamente mortos todos os dias? Não sou índio, então, por que me importaria se querem diminuir a reserva onde mora? Choveu do outro lado da cidade, muitas casas desabaram, pessoas … Continue lendo Por que me importaria?

O que eu tenho a ver com isso? 

Há um tempo, recebi uma circular da escola, convidando para uma reunião sobre inclusão e a questão dos alunos com deficiência. Ora, o meu filho não tem deficiência. Então, esta reunião não seria para mim, certo? Por que deveria "perder meu tempo" e me importar com algo que não me afeta diretamente? Eu sou uma "pessoa … Continue lendo O que eu tenho a ver com isso? 

O caso Anna

Há alguns meses, fiz um curso sobre a Abordagem Pikler, que se dedica ao desenvolvimento das crianças na primeira infância. Estávamos reunidos em pequenos grupos e a nossa formadora, a pediatra francesa Isabelle Deligne, pediu que assistíssemos a um vídeo e que, depois, discutíssemos sobre o que conseguimos observar sob a perspectiva das capacidades da … Continue lendo O caso Anna

A lição de Balu

    Dia desses, estava conversando com uma amiga, quando fomos interrompidas por uma senhora, que estava dentro de um táxi: “agora, vocês vão ter que trabalhar um pouco”. Eu e minha amiga nos entreolhamos, sem entender a situação. A senhora nos disse: “preciso de ajuda para sair do táxi”. Imediatamente, nos prontificamos a fazer … Continue lendo A lição de Balu

“Mãe, você está surda?”

Estava eu numa palestra sobre direito à educação das pessoas com deficiência, quando uma amiga relatou que outro dia sua filha buscava chamar sua atenção, dizendo: ”mãe, você está surda?” Boa mãe que é, não deixou passar a oportunidade! Aproveitou para explicar para a filha que existem pessoas que realmente não ouvem e que são … Continue lendo “Mãe, você está surda?”

Nigger!

Eu e meu filho estávamos saindo do clube, quando nos deparamos, na calçada, com a seguinte cena: dois meninos de uns 6 anos de idade jogavam bola e, quando um deles errava ou fazia alguma bobagem, era chamado pelo outro de “nigger”. Em determinados momentos, esbarraram na babá e perturbaram o porteiro e, mais uma … Continue lendo Nigger!

E como vai ser fora do muro da escola?

Recentemente, foi veiculada uma reportagem que me deixou estarrecida ... melhor dizendo, entristecida. Um grupo de WhatsApp de mães comemorou a expulsão de uma criança com Síndrome de Asperger da escola. Segundo mães do grupo, a criança “perturbava” o bom andamento das aulas. Ou seja, consideravam que seus filhos estavam sendo prejudicados pela presença de uma … Continue lendo E como vai ser fora do muro da escola?

Se a vida começasse agora

  Nos últimos dias, passaram pelo meu Facebook centenas de fotos de adolescentes que faziam sua estreia no Rock in Rio. Todos sorridentes de estarem vivenciando este momento, por que não dizer, mágico... Pela primeira vez, estes jovens pisariam na Cidade do Rock e experimentariam viver um festival de música desta magnitude. Entre a imensidão de … Continue lendo Se a vida começasse agora

Por que a surpresa?

DESCRIÇÃO DA IMAGEM: Trata-de de uma montagem a partir de uma foto em que aparecem centenas de pessoas atravessando, na faixa de pedestres, a rua. No meio desta foto, foi colocada um desenho, feito de pilot azul, de uma mulher com as mãos na cabeça, demonstrando incômodo. A ilustração é de Joana Figueiredo.Desde que fui … Continue lendo Por que a surpresa?